Created with Snap

Notícias

Após resgate bem-sucedido de meninos em caverna, Marinha tailandesa fala em “milagre”

Nenhum Comentário
Foto: facebook.com/RoyalThaiNavyFanpage

Foto: facebook.com/RoyalThaiNavyFanpage

Enfim, terminou o drama em torno do resgaste dos 12 meninos de um time de futebol e um treinador na Tailândia. Desde o último dia 23 de junho, eles estavam na caverna Tham Luang, no norte do país asiático. Nesta terça (10), os últimos quatro garotos e o treinador, de 25 anos, foram retirados do local, no terceiro dia de operações. Ao todo, 90 mergulhadores (50 estrangeiros e 40 tailandeses), que fizeram parte de um total de mil pessoas, ajudaram na milagrosa ação.

“Não temos certeza se isso é um milagre, uma ciência ou o que é. Todos os 13 Javalis (nome do time) agora estão fora da caverna”, postou a Marinha local em sua página oficial no Facebook.

Ao todo, os meninos, que têm entre 11 e 16 anos, ficaram nove dias sem comer. O grupo entrou no local na tentativa de se proteger da forte chuva que caía, enquanto andava de bicicleta. Como o nível da água subiu muito, eles ficaram presos. Somente em 2 julho, os jovens foram encontrados por dois mergulhadores ingleses.

Desde então, começou a saga e comoção mundial em torno da vida deles. Para se ter uma ideia, o trecho a ser percorrido pelos mergulhadores era de 4km até o local onde os meninos estavam, que se encontrava inundado. Um dos profissionais morreu na tentativa de levar suprimentos às vítimas; ele ficou sem oxigênio. A trégua dada pela chuva no último fim de semana acabou sendo fundamental para o bem-sucedido resgate.

Autoridades, clubes de futebol e celebridades comemoraram a retirada dos meninos. Em comunicado, a Fifa chegou a convidá-los para estarem na final da Copa do Mundo, que será disputada no próximo domingo (15), na Rússia. Por restrições médicas, porém, eles não poderão ir ao estádio em Moscou, capital russa.

*Com informações do G1

:: Diego Costa