Created with Snap

Notícias

“É a pior dor do mundo”, diz missionária sobre neuralgia do trigêmeo; saiba como ajudar!

Nenhum Comentário

Cristiele Bezerra [Foto: Reprodução/Youtube Rede Super de Televisão]

Cristiele Bezerra [Foto: Reprodução/Youtube Rede Super de Televisão]

Biomédica, missionária, serva de Deus, Cristiele Bezerra sempre foi muito ativa na obra. É membra da Igreja Batista da Lagoinha e estudou no Seminário Teológico Carisma. Aonde chegava contagiava a todos com sua alegria. “Hoje, a única coisa que eu sei fazer é chorar”, diz. Uma mulher cheia de sonhos, que se viu paralisada após ser acometida pelo distúrbio chamado neuralgia do trigêmeo, que causa episódios de dor intensa nos olhos, lábios, nariz, couro cabeludo, testa e/ou mandíbula.

“É a pior dor do mundo! A minha autoestima não existe mais. Eu hoje me sinto incapaz. Não tenho ânimo pra fazer nada, não tenho esperança. É como se eu estivesse fora do meu lugar”, declara a missionária, que hoje encontra-se estagnada no ministério, nos estudos, em todos os projetos que têm.

Cristiele passou por duas cirurgias e agora precisa dar continuidade ao tratamento da doença. Para isso, ela conta com o apoio de familiares, amigos e pessoas dispostas a ajudá-la, seja orando, compartilhando sua história e/ou contribuindo na campanha de arrecadação (Vakinha on-line) que está sendo realizada em prol desse tratamento de saúde.

Para contribuir com algum valor, clique aqui.

  • Confira o relato de Cristiele para o programa De Tudo Um Pouco, da Rede Super de Televisão:

:: Dayane Nascimento