Created with Snap

Notícias

Nos horizontes de Guiné-Bissau

Nenhum Comentário

Com a visão de expandir o Reino de Deus levando a mensagem do evangelho à Guiné-Bissau, na África, é que na última terça-feira, 27/4, nossa igreja comissionou a missionária Roseni Rodrigues para esse projeto. Confira!

Diferentemente de muitos países, Guiné-Bissau está aberta ao evangelho. Os cristãos guineenses possuem uma visão real para o evangelismo. Isso por si só já é uma grande vitória. Porém, muitas regiões ainda se encontram sem igreja, sem pastor e sem uma fé consolidada. É com esse intuito, de auxiliar e formar pessoas para estarem capacitadas a expandir o Reino de Deus naquela nação, que na última terçafeira, 27/4, a nossa missionária, Roseni Rodrigues, partiu para Guiné-Bissau. Munida de expectativas, Roseni levou em sua bagagem a fome e a sede em ver uma nação rendida aos pés do Senhor, pois há muitos que ainda não ouviram falar do amor de Jesus. No relato abaixo, ela conta um pouco da sua história, dos projetos e da sua missão em Guiné-Bissau, onde permanecerá por quatro anos.

Meu nome é Roseni R. Nascimento, sou professora, nasci na cidade de Águas Vermelhas, norte de Minas Gerais. Eu me converti no ano de 1995 por meio de uma vizinha que um dia bateu à minha porta e disse que havia me ouvido pedir socorro. Eu estava em casa sozinha, mas naquela noite eu ouvi falar de Jesus que mudou a minha história. Uma palavra que ficou muito forte em meu coração: ‘De que adianta o homem ter tudo na vida e perder a sua alma?’

Aos 23 anos de idade eu me batizei. Nessa época estava em Montes Claros (MG). Desde a minha conversão, entendi o chamado de Deus para a obra, então eu desisti da faculdade e fui para um seminário pastoral em São Paulo, onde permaneci durante dois anos na Academia Teológica da Graça de Deus (AGRADE). Em 2001, quando terminei esse curso voltei para Belo Horizonte e conheci uma irmã da Lagoinha, Sônia Lúcia Penido, a mesma entendeu o meu chamado e por meio dela foi que eu conheci o pastor Paulo Cesar, que me deu total apoio para a abertura de uma célula em minha cidade natal, Águas Vermelhas. Assim, minha família toda se converteu e se tornou grande coluna de sustentação do meu chamado.

Em Águas Vermelhas fiquei por três anos e seis meses e lá nasceu uma igreja que até nos dias de hoje continua o operar de Deus. No ano de 2006, fui enviada para a cidade de Pedro Leopoldo (MG) como missionária e fiquei cerca de nove meses e foi então quando o pastor Gustavo Bessa me enviou ao Centro de Treinamento Ministerial Diante do Trono (CTMDT) para me preparar melhor.

Após esse período fiz o prático em Guiné-Bissau. Comecei assim o meu treinamento como a primeira missionária da Igreja Batista da Lagoinha em treinamento transcultural em Guiné-Bissau, junto à Igreja Evangélica Central em Bissau, capital deste país localizado na África ocidental.

Fui enviada a esse campo missionário pelo CTMDT, onde realizei o curso de missões por dois anos. Desenvolvi um projeto para trabalho junto às necessidades do povo guineense. O projeto prático é auxiliar uma igreja que foi adotada pela Igreja Central em Guiné- Bissau há poucos meses. Atualmente, há aproximadamente 45 membros já batizados, mas, infelizmente, não há um pastor responsável por estas ovelhas.

Neste período estou prestando ajuda pastoral com um presbítero, trabalhando com o grupo de senhoras e jovens. É uma comunidade carente, mas muito fervorosa. Nesse momento a igreja passa por algumas dificuldades com relação ao local de reunião, pois a casa anterior era alugada, foi vendida e o novo proprietário pediu o local. Desde então nossos irmãos têm se reunido em uma casa emprestada por uma das irmãs que congrega na igreja. A igreja já possui um terreno para a construção da nova sede, porém não tem recursos financeiros suficientes para a construção, então nosso maior desafio é a construção do templo em Guiné para que assim possamos adorar ao Senhor Jesus. Eu profetizo que o Senhor Jesus é o Deus desta terra e nada poderá parar ou deter a grandiosa obra que Ele tem para realizar em nós e através de nós aqui em Guiné.

Ficarei por 4 anos seguidos, e conto com o seu apoio e oração. Certa estou que há um tempo de Deus entre a sua promessa e o seu cumprimento. Nossa tarefa: confiar em Deus.

Desde já agradeço à Igreja Batista da Lagoinha por todo apoio. E pela vida de nosso pastor, Márcio Valadão, por toda força nesse trabalho.
Com o amor de nosso amado Jesus.
Roseni Rodrigues do Nascimento”.

:: Por pra. Roseni Nascimento
Adaptação: Ana Paula Costa
Fonte: Jornal Atos Hoje

– Ligue para a Secretaria de Missões da nossa igreja: (31) 3429-9500, ramais 221 ou 226 – fale com Regina Soares.

Tags