Created with Snap

Notícias

Ore pela Mauritânia: 25º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2019

Nenhum Comentário
Foto: Portas Abertas

Foto: Portas Abertas

A situação geral, política, econômica e social na Mauritânia torna o país propício ao surgimento do islamismo radical. O Estado mauritano não conseguiu lidar com a prática da escravidão, melhorar a situação econômica da maioria dos seus cidadãos e estabelecer um sistema de governança mais responsivo e responsável. Isso criou um ambiente propício à propagação da intolerância religiosa. Apesar da colaboração do governo e da reputação internacional, como um aliado próximo do Ocidente, na luta contra o terrorismo e a militância islâmica, a situação no país é complexa e faz da Mauritânia um país perigoso para viver como cristão.

Notas sobre a situação atual

Os cristãos na Mauritânia enfrentam vários desafios:

  • O crescimento da radicalização islâmica na região está criando medo entre os cristãos.
  • A lei do país impõe severas restrições à pregação da fé cristã.
  • Em abril de 2018, a Mauritânia adotou uma nova lei que torna a pena de morte por apostasia ou blasfêmia obrigatória. Antes, o “infrator” tinha três dias para voltar atrás na decisão de se converter. A lei foi adotada em resposta a uma decisão do Tribunal de Apelação de diminuir a pena de morte a dois anos de prisão para um blogueiro que supostamente postou material considerado blasfêmia (quando na verdade estava falando de racismo motivado por religião que ele e sua casta enfrentaram).
  • Os batismos só podem ser realizados em segredo e muitos convertidos do islamismo ficam relutantes em serem batizados, temendo a descoberta e acusações de apostasia contra eles.
  • Embora a igreja católica tenha permissão para renovar o interior das igrejas, é proibida a renovação do exterior dessas e a construção de igrejas pertencentes a outras denominações.

Todas as igrejas, inclusive a católica, têm que operar com cuidado para evitar acusações de proselitismo.

Pedidos de oração

  • Ore para que a igreja na Mauritânia cresça em maturidade e para que os cristãos coloquem sua confiança somente no Senhor.
  • Peça pela vida dos cristãos analfabetos, a maioria mulheres. Elas buscam a Deus com acesso limitado às Escrituras e precisam de meios criativos para fazer a palavra chegar até elas.
  • Clame por iniciativas de negócios, que não apenas ajudam os cristãos financeiramente, mas também buscam discipulá-los e ajudá-los a crescer espiritualmente através do trabalho.

Tipo de Perseguição: Opressão islâmica; corrupção e crime organizado; antagonismo étnico e paranoia ditatorial
Capital: Nouakchott
Região: África Subsaariana
Líder: Mohamed Ould Abdel Aziz
Governo: República presidencialista
Religião: Islamismo
Idioma: Árabe (oficial), pulaar, soninke, wolof e francês
Pontuação: 67
População: 4,5 milhões
População cristã: 10,1 mil

:: Portas Abertas