Created with Snap

Notícias

Ore pelo Catar: 38º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2019

Nenhum Comentário
Foto: Portas Abertas

Foto: Portas Abertas

Apesar da crise política com a Arábia Saudita e os países aliados, a situação política, social e econômica do Catar parece estável. De certa forma, a crise parece ser mais um jogo de poder, sem a intenção de se tornar um conflito armado. Por outro lado, o bloqueio poderia prejudicar a economia do Catar a longo prazo, o que poderia causar uma recaída econômica para todos os trabalhadores imigrantes no país, incluindo os cristãos.

Outro grande desafio para o país é manter seus padrões culturais e religiosos em meio à rápida modernização e desenvolvimento. Enquanto se prepara para a Copa do Mundo de 2022, o Catar e seu tratamento deplorável para com os trabalhadores migrantes têm cada vez mais captado a atenção do mundo. Sob a pressão do Ocidente, o Catar tem feito pequenas reformas nas condições de trabalho para migrantes, de acordo com organizações de direitos humanos.

Apesar da pressão para melhorar os direitos humanos no Catar, não se preveem grandes melhorias no estrito país islâmico, conhecido por seu controle geral da sociedade. Como tal, não são esperadas mudanças importantes na liberdade religiosa para os cristãos em um futuro próximo.

Notas sobre situação atual

Em 2022, o país sediará a Copa do Mundo da FIFA. O governo parece determinado a causar uma boa impressão – parecer um país moderno, sofisticado e bem-sucedido, que é acolhedor para todos que estão dispostos a gastar dinheiro e se divertir. Isso não pode ocultar, no entanto, o outro lado do Catar – um país profundamente intolerante com os não muçulmanos, com uma divisão profunda entre os cidadãos extremamente ricos e as centenas de milhares de trabalhadores explorados com frequência, principalmente de países asiáticos.

Pedidos de oração

  • Ore pelos cristãos isolados, para que sejam encontradas formas de discipulá-los e encorajá-los para que continuem firmes.
  • Peça para que trabalhadores estrangeiros cristãos sejam capazes de mostrar o amor de Deus aos seus empregadores, mesmo que eles sejam injustos e opressores.
  • Interceda pelos cristãos ex-muçulmanos secretos, que não contam para a família sobre sua fé, para que tenham sabedoria e discernimento para compartilhar.

Tipo de Perseguição: Opressão islâmica
Capital: Doha
Região: Península Arábica – Oriente Médio
Líder: Tamim bin Hamad al-Thani
Governo: Monarquia absolutista
Religião: Islamismo
Idioma: Árabe
Pontuação: 62
População: 2.7 milhões
População cristã: 220 mil

:: Portas Abertas