Created with Snap

Notícias

União, solidariedade e fé marcam preparação da homenagem dos Bombeiros às vítimas de Brumadinho

Nenhum Comentário
Foto: Dayane Nascimento

Foto: Dayane Nascimento

Na manhã desta sexta-feira (1), o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais abriu as portas para a população. Dezenas de pessoas compareceram ao local levando flores e ajudando a retirar suas pétalas, que seriam usadas na homenagem dos bombeiros às vítimas da tragédia em Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), no início da tarde.

No Batalhão, o momento também contou com a participação da jovem Larissa, integrante da orquestra da Fábrica de Artes (IBL), que tocou no violino a canção “Me ama”, para homenagear os profissionais que têm atuado no resgate e apoio a todas as pessoas que têm sofrido com o caos instalado na cidade mineira.

Segundo o capitão Campos, a ideia era envolver a população na homenagem do Corpo de Bombeiros, já que muitas pessoas se dispuseram a ajudar de alguma forma.

Foto: Dayane Nascimento

Foto: Dayane Nascimento

O tenente Herman Ameno destacou que a situação de Brumadinho “é muito comovente pra todos”, e a homenagem dos bombeiros, com a participação da população, “simboliza muito da solidariedade; uma lembrança para todos aqueles que perderam entes queridos”. “É o mínimo que a gente pode fazer para lembrar esse momento que realmente marcou a nação”, disse.

As pessoas que foram até o Batalhão puderem presenciar o momento em que o helicóptero, com sacolas cheias de pétalas, foi em direção a Brumadinho. Elas deram as mãos e se uniram para fazer a oração ensinada por Jesus, o “Pai Nosso”. Ao final, disseram: “Heróis”, se referindo aos bombeiros que têm realizado um trabalho incrível nessa missão.

A homenagem, sete dias depois do desastre, foi realizada no início da tarde desta sexta-feira (1), quando vários helicópteros sobrevoaram parte da área atingida pela lama de rejeitos, na comunidade Córrego do Feijão.

  • Assista à reportagem:

:: Dayane Nascimento