Created with Snap

Vida Cristã

Construção da identidade do adolescente

Nenhum Comentário

Foto: Arquivo de Ministério

Foto: Arquivo de Ministério

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declara que a adolescência se dá no período de 10 a 19 anos. A lei brasileira considera adolescente a faixa etária de 12 a 18 anos. Porém, segundo uma pesquisa recente feita por cientistas e divulgada pela BBC Brasil, o período da adolescência, agora, se estende até os 24 anos. Observando o comportamento desta geração, os cientistas notaram que entre os argumentos biológicos para ampliar a duração da adolescência estão o de que o corpo continua se desenvolvendo após os 20 anos. Além disso, notou-se que estão sendo adiados os planos familiares como o casamento, mudando, naturalmente, a idade de as pessoas terem filhos, protelando, assim, a independência financeira dos pais.

A adolescência é o período de transição entre a infância e a vida adulta, caracterizado pelas mudanças físicas, mentais, emocionais, sexuais e sociais. Inicia-se com as mudanças corporais da puberdade e termina quando a pessoa consolida o seu crescimento e a sua personalidade, obtendo progressivamente sua independência econômica, além da integração em seu grupo social. Saber quem você é, os seus princípios e o que deseja seguir são características da identidade pessoal. Compreender isso é o maior desafio que um adolescente passa na sua formação de identidade e transição para a fase adulta, pois é quando ele começa a desenvolver e definir as suas ideias sobre si mesmo e sobre o mundo.

Os jovens passam por diversos confrontos. No início da adolescência, ocorrem as mudanças corporais e, no fim, as ideológicas. A adolescência não é somente uma fase “difícil”, de instabilidade, crise, mas, também, de oportunidades de aprendizagem, descobertas de si mesmo e do mundo. É necessário compreender melhor as transições pelas quais o adolescente passa, a sua forma de agir e de pensar, afinal, ele “acaba” de sair da infância e se depara com uma nova etapa de sua vida, na qual precisa lidar com diversas situações e obrigações que antes eram totalmente desconhecidas.

Pode-se dizer que a fase pela qual o adolescente passa é uma possibilidade de investir no desenvolvimento dele. Sendo assim, o ambiente em que ele está inserido é muito importante para esse desenvolvimento. O adolescente tomará decisões a partir do que foi transmitido a ele, dos ensinamentos, dos princípios e valores que ele adquiriu, e pode-se dizer que boa parte está a cargo do seu convívio.

Por isso é de suma importância que a figura familiar esteja bem representada na pessoa dos pais desse adolescente. A Bíblia instrui a ensinar a criança no caminho (Provérbios 22.6), e estar no caminho do adolescente é fazer parte desses desafios, é ajudá-lo, encorajá-lo e auxiliá-lo nas melhores decisões, uma vez que ele ainda não é maduro, mas está amadurecendo com a presença dos pais. É necessário ajudá-lo a embarcar em meios aos riscos e guiá-lo no caminho da realização de seu potencial, afinal, todo adolescente é um potencial atuante!

:: Pr. Adriano de Pauli

  dayanecristina