Created with Snap

Vida Cristã

Cristão e Política: as políticas ambientais de Deus

Nenhum Comentário
Foto: pexels.com

Foto: pexels.com

A preocupação com o meio ambiente, as degradações causadas pelo homem e o futuro do país é um assunto cada vez mais recorrente, principalmente devido às últimas tragédias ocorridas em Mariana e Brumadinho, em Minas Gerais.

No dia 5 de junho comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, uma oportunidade para refletir sobre o papel do homem e seu trato com seu habitat. Para o cristão, a defesa do meio ambiente não é uma questão puramente política ou utilitária; mais do que isso, o cuidado com a criação é uma ordenança do próprio Deus.

Isso acontece porque, para o cristianismo, o mundo material tem valor, graça e também foi criado por Deus. O escritor Norman L. Geisler, autor de “Ética Cristã”, comenta que, de todos os grandes sistemas religiosos e filosóficos, nenhum dá maior dignidade ao mundo material do que a tradição judaico-cristã. Os dois testamentos das Escrituras apoiam o argumento de que a matéria é boa, e que o mundo natural é semelhante a Deus (NormanL. Geisler, 1991, p. 213).

Em textos anteriores desta coluna, já abordamos sobre como Deus tem princípios para todas as áreas da sociedade. Deus não está interessado somente na nossa salvação e na dimensão da alma. Antes, Seu coração deseja ver todas as diversas esferas da sociedade redimidas e funcionando conforme o plano original.

O que a Bíblia diz sobre o cuidado com o meio ambiente

Em Gênesis 2.15 vemos o zelo do Senhor pela natureza, quando Ele diz ao homem: Tomou, pois, o Senhor Deus ao homem e o colocou no Jardim do Éden para o cultivar e guardar. Aqui, Deus entrega ao homem o cuidado com a criação e nos coloca como mordomos do que Ele fez.

Em outro momento, em Deuteronômio 22.6, Deus diz ao povo judeu: “Se de caminho encontrares algum ninho de ave, nalguma árvore ou no chão, com passarinhos, ou ovos, […] não tomarás a mãe com os filhotes”, o que demonstra sua preocupação com a continuação das espécies.

Deus ama Sua criação

É possível perceber nesses textos, e em diversos outros da narrativa bíblica, o amor de Deus pela criação; e, se nosso Pai ama a criação, devemos amá-la também. Devemos sempre nos lembrar de que nosso domínio deve ter como modelo o domínio de Deus e que, apesar de termos autoridade sobre o meio em que vivemos, essa autoridade deve refletir o cuidado do nosso Pai. Quando Jesus voltar, como entregaremos a Ele o mundo que nos deste? Qual nota merecemos pelo nosso serviço à criação?

O cuidado com o mundo que Deus criou começa de forma individual. Em nossa casa, podemos ser zelosos com nosso jardim, com o uso da água, energia, devido descarte dos alimentos e embalagens, com o reaproveitamento de produtos, consumismo, sacolas plásticas etc. Além disso, é nosso dever nos envolver nos processos decisórios e denunciar sempre que virmos uma violação à proteção do meio ambiente.

O cristão nunca usa do meio ambiente para alcançar suas cobiças. Antes, entende que a bondade, graça, misericórdia e beleza de Deus se estendem também à criação.

:: Aléxia Duarte Torres [Grupo de Ação Política – GAP]

  dayanecristina