Created with Snap

Vida Cristã

Elementos perecíveis

Nenhum Comentário
Foto: Unsplash

Foto: Unsplash

O tabernáculo de Moisés tinha uma estrutura estável e alguns componentes perecíveis. Como elementos estáveis e definitivos podemos citar peles, tecidos, estacas, altares, a pia, a mesa, o candelabro e a arca da aliança. Mas deveria haver também o sangue, a água, o fogo, os pães, a luz do candelabro e a fumaça do incenso, com o cheiro que lhe era peculiar.

A estrutura física era apenas o começo de tudo. Era necessário o funcionamento, o culto. Sem isso, o tabernáculo se tornaria uma espécie de museu.

A manutenção dos elementos perecíveis ou voláteis era o trabalho do sacerdote, exigindo seu comparecimento diário diante de Deus.

Seu trabalho não poderia ser terceirizado, mas feito pessoalmente. Da mesma forma, não basta possuirmos estruturas, organizações ou mesmo um conjunto de doutrinas. Tudo isso só será útil se houver relacionamento diário com Deus, se houver fogo, luz e calor espiritual em nossas vidas. Queremos uma mesa linda e cara, porém vazia

Ficamos satisfeitos com o pão velho ou queremos o “pão nosso de cada dia”? Assim também, nossa busca pelo alimento espiritual deve ser diária, uma renovação constante, lembrando aquele versículo bem conhecido: “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus”.

:: Pr. Anísio Renato de Andrade

  dayanecristina