Created with Snap

Vida Cristã

Ideologia de Gênesis

Nenhum Comentário

 

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

“Deus, portanto, criou os seres humanos à sua imagem, à imagem de Deus os criou: MACHO E FÊMEA os criou” (Gênesis 1.27).

Antes de falar sobre a ideologia de gênesis, acredito ser importante ressaltar que somos seres políticos e nascemos pra viver na “polis”, sendo esta uma palavra grega utilizada para se referir a cidade, entendida como a comunidade organizada, formada pelos cidadãos.

A vida humana é inimaginável fora da “polis”, tanto que eu creio escatologicamente que após a dissolução do céu e da terra atuais (Ap 20.11; 2 Pe 3.10), Deus criará um novo céu e uma nova terra (Is 65.17; 66.22; 2 Pe 3.13; Ap 21.1), sendo que nesse momento uma “polis” descerá do céu para a terra; A cidade santa, chamada também de Nova Jerusalém, vai descer do novo céu e se acoplará na nova terra criada por Deus.

É por isso que, independente de partidos políticos e cargos eletivos, eu amo política e isso significa que, no exercício da minha cidadania, meu pensamento é influenciado diretamente pelo autor da vida.

De Karl Marx a Ludwig Mises, creio que todos os teóricos políticos se ajoelharão um dia e confessarão que Jesus Cristo é o Senhor (Is 45.23, Rm 14.11, Fp 2.10,11). Da extrema esquerda a extrema direita, um dia a política celestial e a cultura do Reino de Deus serão plenamente estabelecidas e o governo de Cristo jamais terá fim na terra. Mas até lá, vejo que cabe a nós sermos embaixadores de Cristo, isto é, representantes da “polis” celestial na terra e sermos políticos do Reino de Deus.

É inegável que atualmente estamos em guerra, sobretudo uma guerra cultural, onde estão em jogo as mentes e corações de nações inteiras, sendo que é por isso mesmo que precisamos sempre nos posicionar com coragem e exercermos influência sobre as decisões da nossa sociedade a partir dos valores que nos são informados pelo autor da vida em Sua Palavra.

E muitas vezes nesse exercício de cidadania, nós somos levados a nos posicionar a favor da ideologia é de Gênesis em contraposição a “ideologia de gênero”.

Deus fez o homem macho e a mulher fêmea (Gn 1.27) e diante disso enxergamos o mundo a partir da ótica do autor da vida, o qual nos informa que a heterossexualidade é uma constante natural e não uma construção social, conforme outras ideologias tentam nos convencer.

Tratada muitas vezes como retrocesso por alguns setores da nossa sociedade, a ideologia de gênesis mostra que somente existe macho e fêmea e que um foi feito para o outro, tanto que somente o sexo masculino e feminino são cientificamente comprovados.

Importante ressaltar que não estou com isso defendendo qualquer tipo de discriminação, violência física e ou moral contra homossexuais porém, verdade seja dita: o ser humano não foi feito para ser bi ou homossexual, assim como ele não foi feito para mentir, roubar, matar e ou usar drogas e mesmo assim faz todas essas coisas.

São comportamentos que existem na sociedade, mas não fazem parte do plano original de Deus, sendo que passaram a existir somente após o pecado original.

Felizmente Cristo é a solução para o pecado que nos desconectou de Deus, sendo que inclusive Ele nos chama para negarmos a nós mesmos por amor a Ele (Lc 9.23). Cada um dentro daquilo que precisa se alinhar com a vontade de Deus, deve se arrepender de seus pecados e transformar sua mente (Rm 12.2), de tal forma que aquele que mentia, não deve mentir mais, o que roubava, não deve roubar mais…

:: Mariel Marra
Mariel é teólogo e advogado criminalista, pós-graduado em direito público.

  ibl_site