Created with Snap

Vida Cristã

O amor de Jesus

Nenhum Comentário
Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Nenhum ser humano amou mais do que Ele. “Ninguém tem maior amor do que este, de dar a sua vida pelos seus amigos” (João 15.13). Jesus é a expressão máxima do amor de Deus. Hoje em dia, o amor é confundido com tolerância sem limite. Muitas pessoas consideram que todo o ensinamento de Jesus se resume ao amor e usam isso como defesa para continuarem na prática do pecado. Precisamos desfazer essa confusão de conceitos. Jesus não disse: “Pecai à vontade. Eu vos perdoarei e a todos conduzirei ao céu”. Nada disso. Embora tenha acolhido publicanos, prostitutas, fariseus, adúlteros etc., Cristo nunca aprovou seus pecados.

Jesus aceita a todos, mas não aceita tudo. Depois de curar um aleijado, o Mestre lhe disse: “Vai e não peques mais, para que não te aconteça coisa pior” (João 5.14). Jesus amou os pecadores, mas alertou a respeito do inferno. Jesus mandou amar nossos inimigos, mas isso não significa concordar com eles. O amor de Deus não anula sua santidade e justiça, mas nos dá oportunidade de arrependimento e conversão. Todo tipo de pessoa apela para as palavras de Jesus para se proteger, mas, se Ele estivesse aqui fisicamente, não seria amado pela maioria. Certamente, seria odiado e crucificado mais uma vez.

:: Pr. Anísio Renato de Andrade

  dayanecristina