Created with Snap

Vida Cristã

O homem prudente ignora o insulto

Nenhum Comentário

DevocionalTerca“O homem prudente ignora o insulto” (Provérbios 12.16b).

O insensato [ou tolo] expõe, rapidamente, o seu ressentimento, mas o sábio “engole o sapo” e revela amor. Esse homem que possui sabedoria celestial não deixa o insulto destruir o seu coração. Ele perdoa a maldade do outro e o abençoa. Essa não é uma atitude fácil de ser tomada, mas é necessária, pois a ofensa guardada e instalada dentro de nós corrói nossa vida. Ela torna-se uma pedra pesada que passamos a carregar diariamente. Bom mesmo é estar livre da amargura e perdoar como Cristo perdoou.

Seja prudente e não revele ira. Seja pronto para ouvir, mas lento para falar e para se irar (Tiago 1.9), pois o homem sem autocontrole é como uma cidade aberta que não possui muralhas (Provérbios 25.28) e torna-se alvo fácil dos inimigos. Mas aquele que perdoa o ofensor exala o perfume de Jesus e revela a Sua glória para o mundo. Cristo, enquanto ia para a cruz, ouviu injúrias dos Seus inimigos, mas não respondeu a essas afrontas. Pelo contrário, entregou-Se em sacrifício por todos. Copie o modelo do nosso Salvador, que sempre decidiu amar e perdoar!

:: Raquel Carsi

  dayanecristina