Created with Snap

Vida Cristã

O que pede recebe

Nenhum Comentário

Leia: Mateus 6. 1-6

Podemos descrever Jesus de muitas formas. Ele era um operador de milagres, um mestre, um sofredor, um redentor… Mas Ele era, também, um homem de oração. Ao nos ensinar a orar, o nosso Salvador mostrou-nos que a oração nos leva a ter consciência das bênçãos de Deus sobre nós. A oração nos ajuda a submeter nossa vontade à vontade de Deus, reconhecendo sua soberania e poder. A oração nos leva a um relacionamento mais estreito e íntimo com um Pai amoroso. No entanto, nossa oração não é uma instrução daquilo que Deus deverá fazer por nós. Um filho não instrui um pai, mas pede ao pai. O Pai sabe o que é melhor.

A oração é o elevar dos nossos corações em louvor, preparando-nos para as respostas de Deus. É bem possível que Deus nos dê aquilo de que precisamos, sem que o peçamos em oração, mas aí não podemos ter o pleno apreço de Suas dádivas. Perderíamos a amizade íntima que Deus nos oferece, quando levamos tudo a Ele em oração. A oração deve ser um momento de expec-tativa e alegria em nossas vidas, porque, quando nos colocamos na presença de Deus, estamos melhor preparados a aceitar sua von-tade. E Jesus, o grande Intercessor, nos ensina a orar e a esperar.

Pense:
Quem ora preocupado em ser ouvido pelas pessoas, não será ouvido por Deus.

Ore:
"Pai nosso, santificado seja o teu nome. Venha o teu reino. O pão nosso de cada dia nos dá hoje; perdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos… E não nos deixes cair em tentação." Amém.

Cada Dia
www.cadadia.com.br

 
Tags