Created with Snap

Vida Cristã

Quem é você?

Nenhum Comentário
Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Talvez, uma das perguntas mais difíceis de serem respondidas seja “Quem sou eu?”. Você já parou para pensar sobre quem é você? Se ainda não, antes de continuar lendo este texto, reflita um pouquinho e tente chegar a uma conclusão.

Algumas pessoas, ao serem questionadas sobre quem são, além do nome, acabam dizendo sua idade, nacionalidade e algumas de suas características mais marcantes, sejam elas físicas, emocionais, psicológicas, intelectuais ou, até mesmo, religiosas, entre outras. Já outras pessoas, diante dessa pergunta, falam qual é sua profissão, exaltam sua condição social e financeira ou atribuem a definição ao status da família.

“Eu sou ‘Fulano’, tenho ‘tantos’ anos, sou de ‘tal’ país. Meu temperamento é ‘tal’. Sou da religião ‘tal’. Sou formado em ‘tal’ área. Faço parte ‘desses’ e ‘daqueles’ grupos sociais. Conquistei ‘essas’  e ‘aquelas’ propriedades. Sou da família ‘tal’…” Enfim, há pessoas que até seguem um “roteiro”, uma listinha daquilo que são – ou que pensam que são -, citando item por item dela no “modo automático”, quando se deparam com o “Quem sou eu?”.

Existem também aquelas pessoas que acreditam que são aquilo que outras pessoas dizem que elas são. Recebem os rótulos que lhe são colocados – que, muitas vezes, não são legítimos e “machucam” a alma -, e isso as fazem levar uma vida aquém da que realmente poderiam ter.

Acontece que existe uma definição que muitos ainda não sabem – ou sabem, mas ainda não “tomaram posse” – e, portanto, não desfrutam de suas benesses. Quando clara, entendida, aceita e usada, essa definição – no caso, a verdadeira identidade de todos os cristãos – norteia toda a nossa vida e quebra todos os rótulos equivocados colocados por nós mesmos ou pelos outros.

Aquele que crê e confessa Jesus Cristo como único e suficiente Senhor e Salvador de sua vida precisa ter na ponta da língua a resposta para a pergunta “Quem sou eu?”. A Palavra de Deus diz que “aos que O receberam, aos que creram em Seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem FILHOS de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus” (João 1.12,13).

FILHOS de Deus. Quer definição mais linda que essa? Quem sou eu? Quem é você? Nós, como cristãos, SOMOS FILHOS do Deus Pai. Isso faz parte da nossa identidade. Melhor, essa é a nossa principal identidade. Jesus Se tornou o “Primogênito entre muitos irmãos” (Romanos 8.29). Depois de subir aos céus, Ele nos enviou o Espírito Santo (João 16.7). Esse Espírito nos adotou como filhos (Romanos 8.15). E esse “próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus” (Romanos 8.16).

Então, se você não sabia, agora, já sabe! E, se ainda não tomou posse dessa identidade, não perca mais tempo. Se você recebeu Jesus em sua vida, você é filho amado de Deus. Não se rotule nem deixe as pessoas te rotularem erroneamente. Tenha convicção de quem você é, ou melhor, de quem Cristo lhe faz ser Nele!

:: Dayane Nascimento

  dayanecristina